Menu

Escola Gianete

Escola Gianete
 

Correios
Concurso é confirmado por diretor. Oferta de até 12 mil vagas
Segundo o diretor de Gestão de Pessoas dos Correios, Pedro Magalhães, o edital para o preenchimento de 12 mil vagas efetivas nos Correios será publicado entre agosto e setembro. A notícia é animadora para quem almeja um cargo na empresa, já que anteriormente foi informado que seriam apenas 5 mil vagas.
Pedro Magalhães informou também que cerca de 70% da oferta será para os cargos de nível médio (8.400 vagas), abrangendo as funções de carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo. A expectativa é que o edital ofereça vagas para todos os estados.
Os vencimentos variam de R$1.365,75 a R$3.268 (já com adicional de atividade e auxílio-alimentação de R$617,50). Os funcionários dos correios têm direito ainda a vale-transporte, convênio médico e assistência odontológica extensiva aos dependentes.
De acordo com o diretor, o edital terá 12 mil vagas, mas apenas serão convocados cerca de 5 mil aprovados. O restante dos aprovados formará cadastro reserva para substituição de funcionários durante o prazo de validade, que será de dois anos, prorrogável por igual período.
Para nível médio, as vagas serão distribuídas entre os cargos de atendente, carteiro e operador de triagem e transbordo. Já para nível superior, as oportunidades serão para engenheiro, advogado e médico. Haverá ainda reserva de vagas para portadores de deficiência. A jornada de trabalho será de 44 horas semanais.
O vencimento inicial para o cargo de carteiro é de R$1.450,90 (salário base de R$648,15, mais R$185,25 de adicional de atividade e auxílio-alimentação de R$617,50). Já o cargo de atendente tem vencimentos de R$1.373,02 (salário base de R$648,15, mais R$107,37 de adicional de atividade e auxílio-alimentação de R$617,50). Os funcionários dos correios têm direito ainda a vale-transporte, convênio médico e assistência odontológica extensiva aos dependentes. O regime de contratação será o celetista e a jornada de trabalho será de 44 horas semanais, podendo haver escala e revezamento nos domingos e feriados.
Nas últimas seleções para o órgão, a prova objetiva para carteiro constou de 40 questões, igualmente distribuídas por Português e Matemática. Já para atendente, é provável que nesta seleção sejam cobradas questões de Português, Matemática, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos. Para o cargo de carteiro há ainda teste de capacidade física (barra fixa; impulsão horizontal e corrida de 12 minutos), além de teste de robustez física.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE



O Instituto brasileiro de Geografia e Estatística divulgou nesta segunda-feira, dia 31, o edital de seu processo seletivo simplificado que visa ao preenchimento de 33.012 vagas temporárias para agente censitário. Serão 23.900 oportunidades para agente supervisor, 6.722 para agente municipal, 400 para agente regional, 1.432 são reservadas a agente de informática e 558 a agente administrativo.
Para as vagas de agente municipal e supervisor só haverá uma inscrição, sendo os mais bem classificados contratados como agente municipal. Em todos os cargos é exigido, no mínimo, que o candidato possua ensino médio completo, mas o salário varia conforme a função entre R$900 e R$1.600.
As inscrição serão aceitas entre 21 de setembro e 6 de outubro, via internet, no site da Fundação Cesgranrio, que organiza a seleção; ou em um dos postos de inscrição localizados no município onde o candidato deseja concorrer à vaga. A taxa custa entre R$18 e R$30. Os interessados poderão pedir isenção deste valor entre os dias 21 e 23 de setembro.
O processo seletivo será feito através de provas objetivas de Língua Portuguesa e Raciocínio Lógico, ambas comum a todos os cargos, além de Noções de administração / Situações Gerenciais (I e II), Noções de Informática (I, II e III) e Conhecimentos Técnicos, que variam de acordo com a função escolhida.

INSS: até 4 mil vagas. 2º e 3º graus




Embora o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tenha informado que solicitou ao Ministério do Planejamento 3 mil vagas para novo concurso, sendo duas mil para técnico (nível médio) e analista (superior) do seguro social e mil para perito-médico, o diretor-presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social, o médico Luiz Carlos Argolo, informou à FOLHA DIRIGIDA que foram solicitadas 2 mil vagas para perito, e não apenas mil.
"Tivemos uma reunião na última terça-feira, dia 21, com o diretor de Recursos Humanos do INSS e ele me garantiu que solicitou ao Ministério do Planejamento duas mil vagas para perito-médico, e não apenas mil. Eles alteraram", disse o presidente. Essa informação, no entanto, ainda não foi confirmada pela Assessoria de Imprensa do instituto.
Apesar do aumento no número de vagas para perito-médico, cargo que exige nível superior em Medicina e residência médica, Luiz Carlos afirma que o número não é suficiente para suprir a demanda. "Esse número é pouco. Eles estão com uma expectativa muito favorável, o que não é a nossa. Temos, hoje, cerca de 700 pessoas em via de aposentadoria, número que pode chegar a 1.500, e isso imediatamente. Então, 2 mil é um número muito apertado, é um número exato", relatou.
De acordo com o diretor-presidente, em uma audiência realizada entre o INSS e o ministro do Planejamento, José Pimentel, o concurso está garantido. "Ele autorizou em audiência, mas uma coisa é autorizar e outra implementar, com edital. Mas a gente tem uma expectativa que isso venha o quanto antes. O que o diretor de RH acha é que se ele pudesse, teria o edital para ontem. Com certeza, até o fim do ano teremos isso", informou Luiz Carlos Argolo.
Atualmente, o INSS conta com cerca de 5.200 funcionários e, com o novo concurso, alguns municípios que não possuem peritos serão contemplados. "No Brasil tem peculiaridades, onde, mesmo assim, ficamos com vários municípios sem ter perito-médico. E tem município que não tem nem agência e nem perito. Então, este concurso irá também contemplar isso", finalizou o diretor-presidente.
A carência para técnico e analista não é muito diferente, conforme analisou o vice-presidente da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social (Anasps), Alexandre Barreto Lisboa. "Serão inauguradas este ano 729 agências, as quais precisam de pessoal. Pode-se até realocar servidores, porém, o atual trabalho, que é excelente, será prejudicado. Além de que nos próximos dois anos cerca de dez mil funcionários vão se aposentar, sendo importantíssima a realização de concurso público", afirmou.
Além dessas vagas, o INSS solicitou mil vagas para convocar os aprovados na última seleção para técnico e analista. Caso o pedido seja autorizado, serão convocados 700 técnicos e 300 analistas.


Polícia Rodoviária Federal


PRF: saiu edital. São 750 vagas para diversos estados



O Departamento de Polícia Rodoviária Federal (www.dprf.gov.br), torna pública a abertura de inscrições à realização de Concurso Público para provimento de Cargos do Quadro de Pessoal, para preenchimento de 750 vagas. O cargo de Agente da Carreira de Policial Rodoviário Federal (Nível Superior reconhecido pelo MEC) terá jornada de trabalho de 40 horas semanais, e remuneração inicial de R$ 5.620,12. O servidor fará jus também ao Auxílio Alimentação no valor de R$ 161,99.
O Concurso Público será executado pela Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - FUNRIO.
O Concurso Público será composto de 2 fases. A 1ª fase será composta de 4 etapas:
a) Prova Objetiva e Redação, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os candidatos;
b) Exame de Capacidade Física, de caráter eliminatório;
c) Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório; e
d) Avaliação de Saúde, de caráter eliminatório.
A 2ª fase será composta de Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório.
Das Inscrições:
As inscrições serão realizadas exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico www.funrio.org.br, a partir das 10h00 do dia 13 de agosto de 2009 até às 23h59 do dia 11 de setembro de 2009, considerando-se o horário de Brasília. Para os candidatos que não tiverem acesso à Internet, a FUNRIO disponibilizará Postos de Inscrição, no horário das 9h00 às 17h00, no período de 17 de agosto a 4 de setembro de 2009, considerando-se o horário de Brasília, onde serão disponibilizados computadores e pessoal treinado para orientação quanto à realização de inscrições. O valor da taxa de inscrição será de R$ 100,00, devendo ser efetuado até a data do vencimento.
Haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, para os candidatos que, conforme o disposto no Decreto nº 6.593, de 2 de outubro de 2008, estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007, e forem membros de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007. A isenção deve ser solicitada mediante requerimento do candidato, que após preenchido, deverá ser encaminhado para o Departamento Jurídico da FUNRIO (isenção DPRF), Travessa Antonio Pedro Galiazzi, nº 17 - Rio Comprido - Rio de Janeiro-RJ - CEP 20.260-000, obrigatoriamente por SEDEX, no período informado no cronograma existente no Manual do Candidato ou na página do concurso no endereço eletrônico, ou retornar a um dos Postos de Inscrição, no mesmo período, no horário das 9h00 às 17h00, e efetuar a entrega de mesmo.
O prazo de validade do Concurso Público será de 1 ano, podendo ser prorrogado por igual período, contado a partir da data de homologação do resultado final da primeira turma do curso de formação.



Polícia Federal


Agente e Escrivão: oferta de 600 vagas. Salário de R$7.514

Inscrições reaberta até 20/08/09



O Diretor de Gestão de Pessoal, torna público que será admitida no período entre às 10h00 do dia 3 de agosto de 2009 até às 23h59 do dia 18 de agosto de 2009, e das 10h00 do dia 19 de agosto de 2009 até às 23h59 do dia 20 de agosto de 2009 (horário oficial de Brasília-DF), a reabertura de inscrição ao Concurso Público para provimento de vagas nos cargos de Agente de Polícia Federal e Escrivão de Polícia Federal (www.dpf.gov.br). A inscrição somente será efetuada através da Internet, no endereço eletrônico www.cespe.unb.br, e a taxa de inscrição terá o valor de R$ 110,00.
Para os candidatos que não dispuserem de acesso à Internet, o CESPE/UnB disponibilizará locais com acesso à Internet, nas cidades de Rio Branco-AC, Maceió-AL, Manaus-AM, Macapá-AP, Salvador-BA, Fortaleza-CE, Brasília-DF, Vitória-ES, Goiânia-GO, São Luís-MA, Belo Horizonte-MG, Campo Grande-MS, Cuiabá-MT, Belém-PA, João Pessoa-PB, Recife-PE, Teresina-PI, Curitiba-PR, Rio de Janeiro-RJ, Natal-RN, Porto Velho-RO, Boa Vista-RR, Porto Alegre-RS, Florianópolis-SC, Aracaju-SE, São Paulo-SP e Palmas-TO, no período entre 10h00 do dia 3 de agosto de 2009 e 23h59 do dia 18 de agosto de 2009 (horário oficial de Brasília-DF), observado o horário.
Haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, para os candidatos amparados pelo Decreto nº 6.593, de 2 de outubro de 2008, publicado no Diário Oficial da União de 3 de outubro de 2008. Estará isento do pagamento da taxa de inscrição o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007; e for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135, de 2007. A isenção deverá ser solicitada nos dias 3 e 4 de agosto de 2009, no endereço eletrônico.
O Concurso Público visa ao provimento de 200 vagas para o cargo de Agente de Polícia Federal e de 400 vagas para o cargo de Escrivão de Polícia Federal, nos quadros da Polícia Federal, apenas na região da Amazônia Legal, em unidades de fronteira e no estado do Mato Grosso do Sul. A remuneração para o cargo será de R$ 7.514,33, para jornada de trabalho de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.
A seleção será realizada nas seguintes etapas etapas:
a) Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
b) Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
c) Avaliação Psicológica, de caráter unicamente eliminatório;
d) Exame Médico, de caráter unicamente eliminatório;
e) Exame de Aptidão Física, de caráter unicamente eliminatório.
f) Prova Prática de Digitação, de caráter eliminatório, somente para Escrivão;
g) Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório, a ser realizado no Distrito Federal.
A Prova Objetiva e a Prova Discursiva terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 13 de setembro de 2009, no turno da tarde. Os locais e os horários de realização serão publicados no Diário Oficial da União e divulgados na Internet, na data provável de 2 de setembro de 2009.
O candidato poderá obter informações referentes ao Concurso Público na Central de Atendimento do CESPE/UnB, localizada na Universidade de Brasília (UnB) - Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do CESPE/UnB - Asa Norte, Brasília-DF, por meio do telefone (61) 3448-0100, ou via Internet.

Petrobras vai contratar 9 mil funcionários até 2013




A Petrobras prevê a contratação de 9 mil funcionários até 2013, por meio de concursos públicos. A informação foi confirmada pela gerente de planejamento e avaliação de Recursos Humanos da estatal, Mariângela Munduim. As oportunidades serão para a própria estatal, sem levar em conta as subsidiárias, como a BR Distribuidora e a Transpetro, por exemplo.
"As vagas só serão preenchidas por processos seletivos públicos e os aprovados admitidos via CLT", garantiu Mariângela Mundim. No entanto, ela não confirmou se haverá ou não um concurso este ano. As últimas seleções para a estatal foram realizadas em 2008, quando foram divulgados três editais para cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior.
Sobre as vagas, ela informou que a Petrobrás será mais criteriosa nos próximos concursos e oferecerá a maior parte das oportunidades nas áreas de atividade-fim da empresa como refino e exploração de petróleo. "Queremos processos criteriosos e mais voltados para as atividades que consideramos críticas, em que o profissional demora para se formar. Aquelas atividades que o mercado não tem", ressaltou.
Para nível superior, a gerente destacou os cargos de geólogo, geofísico, engenheiro de petróleo e engenheiro de processamento. Já para nível médio/técnico técnico de operação e técnico de manutenção.
Essas admissões fazem parte do Plano de Negócios para o período 2009-2013, que prevê investimentos correspondentes a U$174,4 bilhões, ou cerca de US$100 milhões por dia. Ao anunciar o novo plano, no começo deste ano, o presidente da estatal José Sérgio Gabrielli já havia confirmado a manutenção da política de concursos periódicos para a estatal.
Receita Federal
Receita: edital sai até o próximo dia 18
Contagem regressiva para a abertura de um dos concursos mais atrativos dos últimos anos. O edital para 1.150 vagas na área fiscal da Receita Federal deve sair já nos próximos dias. Segundo fontes ligadas ao órgão, o documento deve ser publicado até a próxima sexta-feira, dia 18. Serão 450 vagas de auditor-fiscal (com vencimentos iniciais de R$13.067) e 700 de analista-tributário (R$7.624,56).
Para concorrer a qualquer um dos cargos será necessário possuir o ensino superior completo em qualquer área. Os concursados irão usufruir, além de remunerações que estão entre as maiores do executivo federal, do status profissional elevado, estabilidade (regime estatutário) e benefícios, tais como o auxílio-alimentação, que varia de R$126 a R$161,99 conforme a região, sendo de R$143,99 no Rio de Janeiro.
As áreas de atuação para as quais os candidatos serão selecionados ainda serão divulgadas. No momento, o edital está passando por ajustes para adequar às mudanças previstas para o concurso em relação ao último, realizado em 2005. A principal delas diz respeito ao modelo de concorrência: o novo concurso será nacional, como a Receita informou no fim do mês passado por meio da sua Assessoria de Imprensa. Dessa forma, todos os candidatos irão concorrer para o total de vagas em disputa no cargo para o qual se inscreverem.
Outra novidade está relacionada ao Decreto 6.944/09, recém-publicado e que, entre outros, cria normas para uma série de questões nos concursos federais. Entre as mais significativas estão a determinação de um prazo mínimo de dois meses entre a publicação do edital e a realização da prova (o que, caso se confirme a previsão de publicação do edital este mês, implicaria em provas a partir de novembro) e a padronização do quantitativo de aprovados conforme o número de vagas oferecidas.
Pela nova regra, para os cargos com mais de 30 vagas oferecidas o resultado final deve relacionar como aprovados os candidatos classificados em até duas vezes o número de vagas. No caso deste concurso, os 900 primeiros para auditor e os 1.400 para analista. Na seleção de 2005, foram aprovados para ambos os cargos somente aqueles que se classificaram dentro do número de vagas, com todos os demais sendo considerados eliminados.
Banco Central
Bacen: saiu autorização para 500 vagas para 2º e 3º graus.
o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão publicou no Diário Oficial da última terça-feira, 28, portaria autorizando o concurso público para o preenchimento de 500 vagas no Banco Central. São 150 de técnico, com exigência de nível médio, e 350 de analista, de nível superior.
Os vencimentos iniciais são de R$4.896,25 (técnico) e R$12.413,65 (analista) mensais, além de auxílio alimentação, que varia conforme a região. O banco oferece outros benefícios, como assistência pré-escolar e programa de saúde, incluindo cobertura odontológica.
Os habilitados serão contratados pelo regime estatutário, que garante estabilidade. Segundo o diretor de Administração do Banco Central, Anthero de Moraes Meirelles, a expectativa do banco é de escolher a instituição organizadora, no máximo, até setembro, e publicar o edital do concurso entre novembro e dezembro, embora a portaria dê prazo de seis meses. Já as provas, estão previstas inicialmente para janeiro do ano que vem.
O novo concurso do Banco Central ocorrerá em um momento oportuno, tendo em vista a expectativa de até 2.500 aposentadorias nos próximos dois anos (quase metade do efetivo), o que afetará de forma significativa os trabalhos desenvolvidos pelo órgão. Até o último dia 17, o Departamento de Gestão de Pessoas já havia recebido 217 pedidos de aposentadoria, considerando-se apenas este ano.
Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Sérgio Belsito, a previsão é que até o fim deste ano 800 funcionários deixem o Banco Central por motivo de aposentadoria. Em virtude da necessidade de pessoal, o Banco Central terá que acelerar os preparativos, na tentativa de homologar o resultado final do concurso antes do período eleitoral, que começa no início de julho de 2010. Caso isso não ocorra, os habilitados só poderão ser admitidos em 2011, agravando o déficit de servidores.
Último concurso - O último concurso para o Banco Central foi realizado em 2005, pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Foram oferecidas 358 vagas, sendo 75 para técnico (nível médio) e 283 para analista (superior).
As oportunidades foram distribuídas pelas cidades de Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador, além de Brasília. Na ocasião, os candidatos realizaram questões objetivas sobre Conhecimentos Gerais (Português, Noções de Economia, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Noções de Direito Constitucional e Atualidades) e Conhecimentos Específicos, de acordo com o cargo pretendido.
Foi utilizado escore padronizado, com média igual a 50 e desvio padrão 10. Os candidatos a analista (áreas 1 e 2) realizaram ainda prova dissertativa de estudo de caso. Já quem concorreu às áreas 3, 4 e 5 teve que fazer uma redação.
Outro concurso
O Banco Central está com inscrições abertas até 4 de agosto para concurso com 20 vagas de procurador. É preciso ser formado em direito e ter inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
O salário é de R$ 14.049,53 e a autorização do concurso havia sido concedida pelo Ministério do Planejamento em fevereiro.
As vagas são para Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Curitiba.

Postar um comentário

 
Top