Menu

Escola Gianete

Escola Gianete
 

Caruaru- de fazenda a capital


               A princípio Caruaru era uma faixa de terra localizada na área de transição entre o Agreste e Sertão, habitada pelos índios Cariris. Em 1681, o então governador pernambucano Aires Sousa, doou a família Rodrigues de Sá esta área com aproximadamente 30 léguas de extensão, na margem esquerda do rio Ipojuca.

            Só com a vinda do coronel José Rodrigues de Jesus que começou a surgir um pequeno povoado, por meio da construção de sua “Casa Grande” e da capelinha de Nossa Senhora da Conceição. O tempo foi passando e outras construções foram surgindo, e surgindo... Logo de início, o pequeno povoado pertencia a freguesia de Santo Antão, depois, em 1833 passou a fazer parte do município de Bonito, logo mais, pertenceu a Bezerros e depois a São Caetano já na categoria de vila. E no dia 18 de maio de 1857, conseguiu a sua emancipação política, tornando-se a nossa querida Caruaru.
Surgimento do Nome
            Nas proximidades existia um poço profundo que abrigava uma grande quantidade de sapos “cururus”. Ao redor , existia uma vegetação aquática rasteira que se chamava “caruru”. Ao mesmo tempo que uma doença matava o gado, chamada de “caruara”. E pela mistura desses três fatores, a maneira de falar do povo, surgiu o nome de “Caroaru”, com o passar do tempo, Caruaru.


Postar um comentário

 
Top